DHL Express Portugal > Novidades sobre envios internacionais > E-commerce > Prepare o seu negócio para o Natal: qual o impacto da pandemia?

 

Prepare o seu negócio para o Natal: qual o impacto da pandemia?

Prepare o seu negócio para o Natal: qual o impacto da pandemia?

A pandemia do Coronavírus encerrou grande parte da economia mundial no primeiro semestre de 2020, podendo ainda ter impacto no Natal deste ano. Saiba mais sobre como a covid-19 alterou os hábitos de compra na China.

As compras de Natal, começam logo após o Halloween e prolongam-se até ao final do ano, representando cerca de metade das receitas anuais para muitas empresas retalhistas.

A DHL Express apresenta-lhe alguns cenários possíveis relacionados com a evolução económica no contexto da pandemia e as respetivas soluções para os comerciantes.

A) Uma recuperação rápida

Observou-se uma evolução bastante positiva das vendas a retalho durante o mês de maio, comparativamente com o ano anterior. Assim, este cenário defende que quando a época de Natal começar, a pandemia poderá esta mais controlada e as vendas poderão assim estabilizar.

B) Uma recuperação lenta

Embora as vendas a retalho nos EUA tenham aumentado significativamente, ainda estão enfraquecidas quando comparadas com o ano passado ou mesmo com o início deste. Desta forma, o impulso nas vendas pode não prever uma recuperação particularmente rápida. Saiba como a DHL Express Portugal colabora no combate à pandemia.

C) Sem recuperação

É ainda relevante colocar a hipótese da pandemia e o impacto económico associado, marcarem de forma significativa a época natalícia e as vendas associadas, ideia defendida por diversos especialistas e sustentada pelo aumento do número de casos nos últimos meses.

Business Intelligence

Os empresários e gestores podem começar a responder a algumas questões, de forma a avaliarem o impacto que o Coronavírus poderá ter nas compras de Natal:

  • Contactar os fornecedores para garantir que o inventário está disponível, identificar potenciais problemas do mesmo e efetuar compras mais cedo do que o habitual.
  • Considerar opções de distribuição e entrega para contrariar outra interrupção no envio ou uma nova fase de encerramento.
  • Ligarem-se a associações para recolher dados úteis do setor em que se insere.
  • Falar com clientes sobre o seu plano de compras e entender o que gostariam de ver da loja.

Saiba como as marcas responderam às necessidades dos consumidores.